Inovação que trata água na área rural do Ceará vira case na maior feira de saneamento da América Latina

Um dos pilotos com soluções inovadoras que trata a água na área rural do Ceará implantados pelo SISAR-CE e Cagece com apoio do Água+ Acesso foi selecionado como case e apresentado na 30ª FENASAN (Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente), maior feira e encontro sobre saneamento da América Latina.

Realizada entre 17 e 19 de Setembro em São Paulo e contando com mais de 2.000 participantes, a FENASAN promoveu uma chamada nacional de estudos de casos a serem apresentados no evento e disponibilizados no website e publicações da feira.

A partir da avaliação de uma câmara técnica formada por especialistas, o caso sobre “Remoção da Dureza na Água na comunidade de Serra dos Vieiras” apresentado pelo SISAR-CE e Cagece foi selecionado por integrar inovação tecnológica, impacto social e modelos economicamente autossustentáveis.

Composta por 115 famílias, a comunidade rural da Serra dos Vieiras (Russas-CE) sempre sofreu com a enorme quantidade de cálcio e magnésio na pouca água disponível, tornando a água “dura”, pesada e imprópria para consumo humano.

Além das constantes dores de barriga e da pele seca e esbranquiçada após os banhos, a “dureza da água” entupia tubulações e os hidrômetros, formando uma crosta que afetava e interrompia diversas vezes a distribuição da água na comunidade.

Por meio de uma chamada nacional aberta para identificar soluções inovadoras realizada em 2017 pela Aliança Água+ Acesso, a solução ECO-ION de abrandamento eletrolítico foi uma das 7 soluções selecionadas dentre 114 recebidas de todo o país por meio de uma avaliação realizada por uma banca técnica formada por 14 especialistas.

Antes da implementação da solução, apenas 20 famílias usavam a “água dura” em tarefas domésticas mas não podiam consumi-la. Atualmente já são 81 famílias da comunidade que aderiram e já utilizam a água tratada pelo sistema também para cozinhar e beber. E o melhor, em um modelo totalmente autossustentável e gerido pelos próprios moradores com apoio do SISAR-CE.

Implantado pelo SISAR-CE desde 2017 com apoio da WTT (World-Transforming Technologies)Avina, Cagece e Instituto Coca-Cola Brasil, o piloto com a solução demonstrou ser viável tanto técnica como social e economicamente por se tratar de uma solução simples de instalar, operar e manter a um custo acessível.

Além de Fernando Victor Ponte e Cícero Barros representando o SISAR e Cagece, também apresentou o case Eliana Machado, líder comunitária e representante da associação de moradores de Serra dos Vieiras.

Considerando que quase 30% das comunidades rurais do Ceará enfrentam desafios relacionados à água salobra e/ou dureza da água, o piloto tem sido fonte de aprendizado e inspiração para beneficiar mais pessoas e localidades.

Somente no estado do Ceará, a parceria entre o Água+ Acesso e o SISAR-CE já beneficiou mais de 14 mil pessoas.

Formada pelo Instituto Coca-Cola Brasil, Instituto Iguá, Avina, WTT, SISAR-CE e  outras 10 organizações, a Aliança Água+ Acesso já contribui projetos e atividades em mais de 240 comunidades de 8 estados beneficiando 77.000 pessoas.

Saiba mais em www.aguamaisacesso.com.br.