Sisar foi destaque em sessão da Brazil Water Week

O modelo de gestão do Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar) foi apresentado na manhã dessa quarta-feira (28) na Brazil Water Week. O diretor de Unidades de Negócio do Interior, Hélder Cortez, falou sobre a consolidação do modelo, que é referência mundial, os investimentos feitos no saneamento rural no Ceará, a abrangência do projeto no estado, os desafios para universalização do abastecimento de água nas áreas rurais, entre outros temas.

Essa foi a quarta participação da Cagece na Brazil Water Week, que é considerado o mais importante evento internacional sobre água, realizado no país. Promovida pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes), de forma virtual, o evento reúne mais de 100 especialistas de 16 países. A programação oficial teve início na última segunda-feira (26) e termina nesta sexta-feira (30).

Para Hélder, a participação da Cagece é muito importante porque dá visibilidade sobre a atuação da empresa, considerando a participação de muitos países e de especialistas internacionais. “Na oportunidade, apresentamos entre diversos dados, os números do Sisar e falamos sobre o apoio que a companhia dá ao saneamento rural”, pontuou.

Em sua palestra, o diretor também destacou os desafios da universalização do saneamento rural e informou sobre a população do Brasil, do Nordeste e do Ceará. “Estamos com cobertura dos serviços de água para cerca de 40% da população rural do estado, atendida pelos Sisars. Com os investimentos previstos, a expectativa é chegar em 2024 a um percentual de 53% e com atuação das demais gestões, incluindo Cagece, Sistema Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) e prefeituras, queremos atingir em 2033, 99% da nossa população rural atendida com abastecimento de água”.

De acordo com Hélder, três palavras definem o sucesso da gestão comunitária: agilidade, compartilhamento e fortalecimento. “Agir coletivamente, pois o modelo vai além da gestão da água; compartilhar objetivos, buscar soluções próprias e vivenciar os resultados alcançados; e fortalecer as iniciativas produtivas e comerciais”, explicou.

Sobre a atuação do Sisar no Ceará, o diretor destacou que o estado conta com oito Sisars, presente em 163 municípios e 1.700 localidades, por meio de 1.200 sistemas de abastecimento de água, que garante o atendimento com água tratada todo dia a 800 mil pessoas, comunidades rurais do estado.

A palestra fez parte do tema “Água, Esgoto e Saúde pra todos: comunidades rurais e isoladas”. A sessão foi moderada por Mônica Bicalho, coordenadora da Câmara Técnica de Saneamento Rural da Abes e contou com a participação dos palestrantes: Cesarina Quintana, Sanitation and Water for All (SWA), Peru, Juliana Garrido, do Banco Mundial), Telma Rocha, da Fundación Avina e Carolina Torres, da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Matéria publicada no blog interno da Cagece, assinada por Eva Silva.